jusbrasil.com.br
6 de Março de 2021

ES é o primeiro estado a bloquear automaticamente celulares roubados

Não será preciso usar o IMEI. Vítimas devem ir até à delegacia e solicitar o bloqueio.

Pedro Magalhães Ganem, Operador de Direito
há 5 anos

O Espírito Santo será, a partir desta quarta-feira (2), primeiro estado brasileiro a bloquear automaticamente celulares furtados ou roubados, desde que seja registrado um Boletim de Ocorrência em uma Delegacia de Polícia Civil. A vítima só precisa informar nome completo, CPF e número da linha telefônica.

"O cidadão que tiver o celular roubado, extraviado ou furtado, basta que ele solicite, nos faremos a comunicação as empresas, elas farão o bloqueio, e aquele celular não vai servir mais para nada", disse o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia.

Com a medida, quem for registrar furto ou roubo de celular não precisará mais informar o número do 'International Mobile Equipment Identity' (IMEI).

A vítima deve ir a uma delegacia, fazer um boletim de ocorrência e informar o número completo do telefone, nome e CPF do proprietário cadastrado na operadora. Se o solicitante não for o proprietário do celular, ele também precisa fornecer seu nome e CPF.

A busca do IMEI será feito pela operadora do cliente em até 48 horas, e o bloqueio será feito no último aparelho que ela utilizou na data da ocorrência.

Caso o celular seja recuperado, o desbloqueio poderá ser feito na delegacia onde o boletim de ocorrência foi feito. O secretário explicou que essa medida tem como objetivo diminuir o número de furtos e roubos de aparelhos.

"O que alimenta o crime como o patrimônio, o assalto especialmente, é o celular. Se o o celular não funcionar, ninguém vai comprar, mesmo que não saiba que o celular é roubado, mas o aparelho não vai servir para nada, só como peso de papel", disse Garcia.

Fonte: G1


Agora que já leu a notícia, te convido a ler o que achei dela. Basta clicar aqui.


Finalmente, aproveito para te convidar a acessar o meu blog. Lá tem textos como esse e muito mais!

12 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

O crime contra o patrimônio não vai deixar de existir só porque os celulares serão bloqueados.Ele apenas mudará o objetivo e talvez até se torne mais agressivo.
Acho que estamos no caminho e no entendimento errado para a contenção da criminalidade.
O objetivo é que um celular passe semanas exposto em cima de um lugar qualquer e ninguém o roube.
O que está sendo feito nesse sentido? continuar lendo

Sem dúvidas, José!

Atacamos os galhos, mas nos esquecemos do tronco, da raiz... continuar lendo

Até já escrevi algo sobre isso:

http://pedromaganem.jusbrasil.com.br/artigos/310416829/ainda-travamos-inuteis-brigas-com-os-galhos-esquecendo-nos-de-queeno-tronco-que-estaocoringa-do-baralho continuar lendo

"O que alimenta o crime como o patrimônio, o assalto especialmente, é o celular."
Discordo, o que alimenta são as "pessoas de bem" que comprar os produtos de crimes. continuar lendo

Atuar no produto roubado é o mesmo que tratar apenas o sintoma e não a doença. continuar lendo

Sim, claro nobre colega.
Mas que existem muitos que cometem o crime indiretamente e ainda querem passar de bonzinhos, existem. continuar lendo

Com certeza!

Na maior parte das vezes, o roubo acontece pq tem quem compre. continuar lendo

O bloqueio automático é bom e o BO em alguns estado pode ser feito pela Internet. continuar lendo

Nesse caso, não dá para fazer o BO pela internet, para bloquear o aparelho tem que ir pessoalmente à delegacia. continuar lendo

Boa tarde!!!
Infelizmente estes ladrões de celulares já tem assistências técnicas ou até mesmo técnicos que colaboram com esse crime, desbloqueando estes aparelhos sem a exigência da nota fiscal, seria interessante detectar quando um aparelho fosse desbloqueado por terceiros que não fosse a polícia ou a própria operadora, desta forma ladrões e cúmplices seriam punidos!! continuar lendo